Contrato a tempo parcial: como ficou?

  •  Duração máxima de 30 horas semanais, sem a possibilidade de realizar horas extras;
  •  Se a duração não exceder a 26 horas semanais, podem ser feitas até 6 horas extras na semana, com acréscimo mínimo de 50% sobre o valor da hora normal;
  • As horas extras poderão ser compensadas na semana posterior à sua realização. Se isso não acontecer, deverão ser quitadas na folha de pagamento do mês subsequente.
  • O empregado pode converter 1/3 do período de férias em abono pecuniário.
Facebook Comentários
Avaliar postagem